Archive

Ubuntu

Posts on Ubuntu.

Ubuntu Jaunty Jackalope Final Liberado!!!!! :)

Há poucos minutos foi lançada a versão 9.04 do Ubuntu e as novidades desta nova versão são:

  • GNOME 2.26: Novo aplicativo de gravação de disco; Compartilhamento pessoal de arquivo simples através de WebDAV, HTTP e Bluetooth; Plugin para o Evolution que permite importar pastas pessoais do Microsoft Outlook (arquivos PST) diretamente no Evolution; Controle de volume integrado com o PulseAudio; Suporte a múltiplos monitores e projetores; Entre outras novidades que podem ser vistas aqui;
  • Novo estilo de notificação e preferencias de notificações: Abaixo um video em flash exibindo o novo notificador:

  • Kernel 2.6.28: Adição da primeira versão estável do sistema de arquivos Ext4; Novos drivers USB para dispositivos wireless UWB; Adição de um gerenciador para memória de vídeo denominado GEM (Graphics Execution Manager); Gerenciamento de memória e escalabilidade de desempenho, nessa nova versão a busca por páginas que podem ser colocadas na swap é muito mais rápida graças ao novo algoritmo que faz esse cálculo; Para mais informações sobre essas mudanças acesse aqui;
  • Computação em Nuvem: O Ubuntu 9.04 Server terá uma forma fácil de experimentar essa funcionalidade. Eucalyptus é uma tecnlogia de código aberto, com ela é possível implantar o seu próprio servidor, implantar e testar sua própria núvem. Você pode criar dinamicamente máquinas virtuais, configurar múltiplos clusters dentro de uma única núvem. com o EBS ( bloco elástico de armazenamento ) equivalente e compatível com o S3;
  • Performance do Boot: O boot do sistema se tornou muito mais rápido, a média está em 20 segundos;
  • X.Org Server 1.6;
  • Entre outras novidades que podem ser vistas acessando o site do Ubuntu.

Para fazer o download da ISO, acesse:

Ubuntu Desktop 9.04 32Bits Ubuntu Desktop 9.04 32Bits – Torrent
Ubuntu Desktop 9.04 64Bits Ubuntu Desktop 9.04 64Bits – Torrent

Se preferir peça o CD original do Ubuntu Jaunty aqui, lembrando que é totalmente gratuito.



ACK – A Melhoria Do GREP!

Criado em 2005 por Andy Lester, o ack é bastante completo, podendo ser considerado como uma melhoria do famoso grep. Escrito puramente em Perl ele se aproveita das expressões regulares da linguagem para fazer uma busca mais profunda nas árvores de códigos e textos, o que facilita e muito a vida dos desenvolvedores.

Para instalar no ubuntu basta usar o apt e baixar o pacote ack-grep:

Já no fedora o pacote é o ack:

Vejam uma comparação de busca usando o ack e o grep, nesse exemplo iremos buscar o termo keygen dentro do diretório trunk:

Como pode ser visto fazendo uma busca simples usando somenter o grep com a opção recursiva ele busca até mesmo dentro do diretório .svn o que é desnecessário.

Nessa outra imagem podemos ver que para não ser feita a busca nos diretórios .svn existentes tivemos que pedir ajuda ao find.

Nesse último exemplo o ack faz a mesma busca mostrada na segunda imagem de forma bem mais simples e compacta.

Para poder conhecer melhor o ack você pode acessar o site oficial e também ler o man. 🙂



Qual a Versão do Meu Ubuntu?

Hoje me foi feita a seguinte pergunta: “Como eu sei a versão do sistema que estou usando? Onde essa informação fica armazenada?”. Pois aqui está a resposta:

Mas pode também ser verificados com o uso do comando lsb_release:

Sei que isso não é muito usado, mas tem sempre um dia que o inesperado acontece neh?! 😉



Temas Lindos Para o GNOME

Passeando pela net encontrei um site que tem temas maravilhosos para o GNOME. Tenho certeza que não serei a única a gostar dos temas.

PS: Estou usando o Tropical Theme, de todos para mim foi o mais lindo. 🙂



The Best Antivirus Of 2008

Passeando na net encontrei… 🙂



Instalando e Configurando Eclipse + Pydev

Antes de começar a falar sobre a instalação e configuração do Eclipse junto ao plugin PyDEV, “Senta que lá vem história….” rsrs brincadeira, achei que seria importante falar sobre eles antes.

Eclipse é um programa que é formado por ferramentas que auxiliam o desenvolvedor agilizando o desenvolvimento do software, ou seja. é uma IDE (Integrated Development Environment). Criada pela IBM em Novembro de 2001 e em Janeiro de 2004 foi fundada a The Eclipse Foundation e em Fevereiro de 2004 a IBM a plataforma Eclipse Open Source, anunciando a ausência de fins lucrativos da corporação.

Atualmente o Eclipse está na versão 3.4.1. Para fazer download clique aqui.

PyDEV é um plugin que habilita o Eclipse para os usuários desenvolverem em Python e Jython.

Atualmente o PyDEV está na versão 1.3.24. Para fazer o download clique aqui.

PyLint é uma ferramenta Python que busca bugs do código-fonte. Uma boa comparação é com outra ferramenta Python, a PyChecker (Só para esclarecer PyChecker é uma ferramenta para buscar bugs nos código-fonte. Ele normalmente encontra problemas que são facilmente capturados por compiladores de linguagens dinâmicas, por exemplo, C e C++.).

Atualmente o PyLint está na versão 0.15.2. Para fazer o download clique aqui.

Agora vamos ao que interessa neh?! Instalar e configurar esses troços :razz:.

A instalação assim como a configuração é simples, pois pode ser feita usando o apt:

[krix@rogue]# apt-get install eclipse-pydev pylint

Não coloquei para instalar o eclipse por que quando coloca-se para instalar o eclipse-pydev ele já instala automáticamente o eclipse. :).

Terminada instalação, vamos a configuração. Acesse o eclipse, que está no menu Applications -> Programming -> Eclipse ou via terminal:

[krix@rogue]$ eclipse &

Aberta a janela do Eclipse vamos ativar o plugin do PyDEV, vá em Window -> Open Perspective -> Other e escolha Pydev. Ativado vamos configurá-lo, vá em Window -> Preferences… e extenda o menu lateral esquerdo Pydev e selecione Pylint. Aparecerá a segunte janela:

A checkbox Use Pylint? e a caixa Location of pylint (lint.py): por padrão estarão desmarcada e em branco, preencha-os conforme a imagem. Agora vamos configurar o interpretador Python, mais acima onde está o pylint clique em Interpreter – Python:

Clique em New…, referente à Python Interpreters para indicar o caminho do interpretador que é esse: /usr/bin/python2.5. Após definido o interpretador a janela ficará assim:

Até agora ativamos o plugin, configuramos o Pylint e o interpretador Python, o que falta??? COMEÇAR UM PROJETO!!!!!!!

Selecione File -> New -> Pydev Project, escolha um nome para seu projeto, depois selecione File -> New -> Pydev Module. print ‘Start’ e VOALÁ. 😀


:wq!