Archive

GNU/Linux

Posts on GNU/Linux.

Telegram – Utilizando a extensão do Chrome

divulgacao: telegram

Ontem fiz um post falando sobre o telegram e mostrei detalhes do aplicativo para Android, hoje vou mostrar a extensão para o Chrome que não é oficial, mas funciona perfeitamente e está na lista de aplicativos no site do Telegram.

A instalação é bem simples, acesse a página da extensão adicione-a e em seguida abra-a. Uma tela como a mostrada abaixo aparecerá para você, clique em Start Messaging.

Informe o número de sua linha, adicionando o DDD e aguarde o código que será enviado via SMS. Informe-o e clique em Sign in.

Automaticamente serão carregadas todas as conversas que você fez. Fica tudo sincronizado, menos as mensagens privadas, independente de ter sido utilizada a opção de auto-destruir ou não.

As opções de configurações são bem restritas nesta extensão, na verdade não tem quase nada.

Nas conversas é permitido, assim como no aplicativo, enviar imagens, vídeos e documentos.

No grupo não é possível adicionar um membro, somente deixar o grupo.

Como você pode ver a extensão não é tão completa como o aplicativo para Android ou iOS, mas faz o básico que é permitir a troca de mensagens ou arquivos, seja numa conversa simples ou em grupo.

Extensão Chrome

Vocês tem usado o Telegram? Estão gostando? Comenta aí 😉



Telegram – Conhecendo melhor o serviço e o aplicativo para android

divulgacao: telegram

Até uns dias atrás usava o WhatsApp diariamente mas sentia falta de algumas funções nele e até já havia reclamado comentado no Twitter, até que decidi fazer uma breve pesquisa, de cara corri para o Viber e mais uma vez não consegui gostar dele. O problema não é o serviço mas a interface, acho ela carregada demais. Testei outros até que cheguei ao Telegram e parei nele.

O Telegram tem o código aberto e permite que desenvolvedores usem a API para criar ou melhorar aplicativos, o pessoal parece estar bem disposto a tornar o serviço melhor. Falo isso porque eles estão focando bastante na privacidade de seus usuários e até ofereceram $200.000 em BitCoins para a primeira pessoa que quebrar sua criptografia.

Aos que não gostam/querem/podem pagar por um aplicativo não se preocupem, é gratuito e sem anúncios. Eles poderiam pelo menos colocar uma opção para doações, pois eu ajudaria com certeza e conheço outras pessoas que também fariam isso.

A INTERFACE

A interface dele é bem limpa e muito parecida com o WhatsApp o que é bom para quem já está acostumado, como é possível ver nas telas abaixo:

CONFIGURAÇÕES

Ele é customizável em vários aspectos e fácil de configurar. Alguns exemplos:

  • Notificação para quando um contato de sua lista adere ao serviço. Caso queira saber como habilitar/desabilitar o caminho é este: Settings -> Notifications and Sounds -> Events -> Contact joined Telegram;
  • Bloqueio de usuários, livre-se daquele povo que vive enviando spam;
  • Finalizar sessões de outros dispositivos ou computadores, mais a frente explico melhor isto;
  • Download automático de fotos em grupos ou conversas privadas, ative ou não.

Abaixo as telas do menu de configuração:

CONVERSAS INDIVIDUAIS E SECRETAS

Se desejar pode conversar pelo ‘chat‘ padrão ou pode ter uma conversa encriptada (Secret Chat). Você também pode habilitar para que as conversas do chamado ‘Secret Chat‘ se auto-destruam dentro um determinado tempo que varia entre 2 segundos e 1 semana.

CONVERSAS EM GRUPO

As opções para conversas em grupo são bem normais, mas comparando ao WhatsApp vi duas coisas bem legais e uma delas eu queria muito, que é cancelar notificação de um determinado grupo. Não sei porque não colocam a opção de entrar no grupo somente se autorizado mas já que não tem vai essa mesmo. Quando a notificação é desabilitada para um grupo específico, não aparece realmente nada e as mensagens recebidas quando o aplicativo é aberto aparecem como lidas.

A outra opção é que ninguém é dono de um grupo, o fato de ter criado não significa nada. Qualquer participante pode adicionar outros membros quando quiser. É possível adicionar até 200 pessoas em um grupo.

USO EM MAIS DE UM DISPOSITIVO

Além de todas as funções que falei mais acima, e que até comparei com o WhatsApp (não tinha como não fazer isso), o que me fez começar a usar o Telegram e diminuir o uso do WhatsApp foi poder utilizar o serviço em mais de um dispositivo e sistema, no caso computadores. Com isso, não preciso ficar pegando no smartphone quando estiver utilizando o computador, nem deixar de usar no tablet. Sei que outros já fazem isso como o Viber, por exemplo, mas como falei não me adaptei a ele.

Não custa nada testar, então se você ainda não usou o Telegram, instala e depois diz o que achou. Acho que você vai gostar 🙂

Android    iOS    Chrome    OSX    Linux    Windows

Somente os aplicativos para Android e iOS que são oficiais, o demais não são mas estão no site do Telegram.



Gerenciando Instâncias na AWS com o EC2 API Tools

divulgação: amazon

A ferramenta que vou mostrar é a EC2 API Tools, que está disponível no site da Amazon Web Services.

A instalação é bem simples, siga os passos abaixo e verá:

Exporte as variáveis EC2_URL, AWS_ACCESS_KEY e AWS_SECRET_KEY para poder conectar a sua conta e assim gerenciar as máquinas virtuais que tem. Aproveite e exporte a EC2_HOME para o PATH, assim ficará mais fácil chamar os comandos que desejar.

Indico colocá-las no /etc/profile ao invés do .bash_profile ou .bashrc em seu HOME.

A EC2_URL precisa conter a região na qual suas instâncias estão localizadas, por exemplo, se elas ficam na Virgínia, a url ficará assim: https://ec2.us-east-1.amazonaws.com

As chaves para setar nas variáveis AWS_ACCESS_KEY e AWS_SECRET_KEY você encontrará em sua conta, no menu Security Credentials. Lá procure por Access Credentials e copie os valores correspondentes a cada uma delas.

Pronto, agora que a ferramenta está instalada, mostrarei alguns exemplos de como usá-la:

  • Ligando e Desligando uma Instância

  • Verificando o status de uma Instância

  • Associando um Elastic IP a uma Instância

A ferramenta tem muitos outros comandos que facilitarão bastante o gerenciamento das instâncias na Amazon.



Você já ativou o recurso “Envio da câmera” do Dropbox?

divulgação: dropbox

Semana passada o aparelho (Samsung Galaxy S4 4G) de um amigo simplesmente morreu, porém o maior problema não era a ‘morte’ do aparelho, mas conseguir recuperar as fotos que estavam na memória interna. Depois de algumas tentativas ele conseguiu ressuscitar o aparelho, contudo ao formatá-lo perdeu as fotos.

Pois é, a situação poderia ser outra, como um roubo, uma poça de água, etc. As formas de se perder um aparelho são inúmeras, por isso é preciso que você tire da cabeça que isso não vai acontecer com você, pois pode acontecer.

Existe N formas para prevenir a perda de fotos, dados ou o que danado tenha no aparelho e por isso vou explicar neste post como ativar a função Camera Upload ou Envio da câmera do Dropbox, por sinal falei sobre ela rapidamente neste post aqui.

Acesse o aplicativo do Dropbox no aparelho e vá para o menu de Configurações. Procure por Ativar Envio da câmera e selecione.

    

Você pode habilitar para que o envio das imagens aconteça somente quando estiver na Wifi, caso queira economizar o plano de dados ou evitar que gaste toda sua franquia.

Viu como é simples manter suas imagens a salvo? Você pode manter outros dados a salvo na nuvem também usando Dropsync, para saber como configurar e usar acesse este post onde explico melhor sobre ele.



Monitorando a velocidade da conexão com a internet via linha de comando

Em algum momento você deve ter precisado testar a conexão com a internet e correu para um site que faz este serviço, correto? O Speedtest, acredito que seja um dos mais conhecidos e usados para este propósito, mas que tal ter isso na linha de comando? O speedtest-cli resolve isto.

Às vezes precisamos monitorar não somente um momento específico da conexão mas vários durante o dia e utilizar o site não seria muito prático, já um script tornaria a ‘coisa’ linda.

O speedtest-cli foi escrito em Python e é bem simples de utilizar, mas antes vou mostrar como instalar, seja no GNU/Linux ou no OS X:

É interessante colocar o script no PATH para ficar mais simples de chamá-lo:

Você pode testar a conexão sem passar parâmetro algum:

Porém você pode refinar o teste selecionando o lugar, para isso use a opção list:

Com esta informação você usará o ID do local para testar, vamos testar a taxa de uma conexão (Download|Upload) entre Recife e São Paulo:

Bem prático não é mesmo?! Até melhor que usar pelo navegador 😉



Lançada edição n.55 da Revista @EspiritoLivre

Completar 10 anos não é para qualquer um e a Latinoware conseguiu! Organizar um evento com o amor e a dedicação que o pessoal da Itaipu empenha realmente não é tarefa fácil. Tal feito tornou Foz do Iguaçu parada obrigatória para muitos dos usuários e simpatizantes das tecnologias livres e abertas. Com uma extensa grade de palestras, minicursos e apresentações, a Latinoware deste ano mais uma vez se superou.
Nos diversos dias de eventos, pudemos rever os amigos que estão espalhados por este Brasil. Aqueles que a gente só consegue encontrar em eventos. Isto não é novidade, quando se fala em comunidades de software livre. Vários dos seus integrantes conversam durante o ano inteiro através de chats, e-mails e mensagens. Aliás, tal distância torna esses reencontros ainda mais importantes e necessários para o fortalecimento das amizades.
Além dos amigos, a possibilidade de conhecer novas pessoas e fazer o “networking” também é bastante atrativa, afinal, em eventos grandes como a Latinoware, temos a oportunidade de estar em contato com os melhores.
Dentro dos vários auditórios se espremiam muitos novatos e veteranos. Muitos ávidos por novas tecnologias e novos temas. Alguns auditórios, diga-se de passagem, impossíveis de serem acessados, justamente pela quantidade de participantes. Ponto para a organização que soube escolher uma grade de programação atraente e com temas bacanas. É comum ficarmos sem saber ao certo para que lado ir, com tanta atividade legal acontecendo ao mesmo tempo. Fora dos auditórios, uma feira com vários stands e tecnologias igualmente interessantes.
Nesta edição, a Rede Espírito Livre esteve presente também com a TV Espírito Livre coletando entrevistas e fazendo matérias. Em breve estarão disponíveis em nosso canal tv.espiritolivre.org.
Que venham as próximas edições, tão boas quanto esta última! Um parabéns especial para a organização do evento. Vocês foram ótimos!

Nota de lançamento e download: aqui.