Arquivo

Notícias

Postagens em Notícias.

O que houve com o Dropbox neste final de semana?

No último final de semana foi de correria para a equipe do Dropbox, quem tentava usar o serviço tinha dificuldade ou nem conseguia. Para mim ele ficou completamente fora no sábado (11/01) e no domingo (12/01) só conseguia acessar pelo browser.

Notícias foram divulgadas informando que o serviço havia sido hackeado e alguns até reinvidicaram a autoria do suposto ataque, mas tudo não passava de hoax e a equipe do Dropbox como sempre, bem transparente, procurou manter os usuários atualizados através do blog técnico deles.

Hoje, finalmente, o serviço foi normalizado para todos e eles fizeram um post explicando o que aconteceu.

We use thousands of databases to run Dropbox. Each database has one master and two slave machines for redundancy. In addition, we perform full and incremental data backups and store them in a separate environment.
On Friday at 5:30 PM PT, we had a planned maintenance scheduled to upgrade the OS on some of our machines. During this process, the upgrade script checks to make sure there is no active data on the machine before installing the new OS.
A subtle bug in the script caused the command to reinstall a small number of active machines. Unfortunately, some master-slave pairs were impacted which resulted in the site going down.
Your files were never at risk during the outage. These databases do not contain file data. We use them to provide some of our features (for example, photo album sharing, camera uploads, and some API features).
To restore service as fast as possible, we performed the recovery from our backups. We were able to restore most functionality within 3 hours, but the large size of some of our databases slowed recovery, and it took until 4:40 PM PT today for core service to fully return.

Fonte

Eu só tenho duas coisas a dizer para a equipe: Obrigada pela transparência e parabéns pelo serviço.



Nokia + MeeGo, por enquanto só boatos…

Hoje a tarde me deparei com o boato de um possível lançamento de um celular, que está mais para um pequeno netbook da Nokia, tendo como sistema o MeeGo e gostei muito das configurações informadas, mas será??? Sinceramente espero que sim 🙂

Fonte: NPossibilidades



Windows veio instalado no PC? Saiba que é possível pedir reembolso!

Li essa máteria no site Olhar Digital e achei interessante compartilhar com vocês. 🙂

Quando você compra um computador, muitas vezes ele vem com um sistema operacional já instalado, certo? Normalmente, é o Windows ou o Ubuntu, uma versão mais amigável do Linux. Muita gente nem sabe, mas a instalação do sistema operacional está longe de ser uma obrigação da fabricante. Pelo contrário: a obrigação é do usuário de escolher aquilo que ele quer instalado na máquina dele. Imagine a situação: você só usa software livre, não quer pagar pela licença do Windows, mas o fabricante te empurra uma máquina com o sistema operacional. Geralmente, isso significa uns 200 reais a mais na conta. O fabricante pode até dizer que é promoção e está te dando a cópia original, mas tem direito de escolher se quer ou não o sistema operacional no seu micro. O que fazer neste caso? Pedir um desconto, ou mesmo um reembolso? Pois é, saiba que você pode, sim, fazer isso. E mais: está amparado pelo Código de Defesa do Consumidor!

“No Brasil há a prática do que pedido de reembolso porque está protegido por lei, esse direito do consumidor. Não pode haver venda casada, e como as lojas ou os próprios fabricantes já ofertam o hardware com o software – sistema operacional -, se o consumidor quiser mudar e não aceitar aquela licença que foi colocada, ele tem o direito ao reembolso”, alerta a advogada especialista em direito digital, Patricia Peck.

Mas para você não ter nenhum problema com a fabricante na hora de solicitar a restituição do dinheiro, a principal dica é não aceitar a instalação da licença no momento em que você inicia o computador pela primeira vez. Ao não aceitar, você já dá um grande passo para conseguir o reembolso. Mas o processo não para por aí.

“Você deve entrar em contato com o vendedor. Se ele comprou em loja ou se comprou diretamente com o fabricante, é ele (vendedor) o primeiro a ser contatado. Você registra a data e hora que você manifestou isso, se puder gravar, grave, se puder documentar por e-mail, documente. Esse é um pedido que precisa ser atendido. Se não for atendido no prazo de até 30 dias, aí é importantíssimo que o consumidor vá até o Procon, porque aí cabe ao Procon fazer esse contato. Já pode para a empresa gerar até uma multa, caso ela não cumpra. E (no Procon) deve levar sua carteira de identidade – seus documentos de identificação -, nota fiscal de compra da mercadoria, por isso a importância de pedir nota fiscal, de guardá-la, e qualquer outro tipo de documento, manual que tenha vindo na caixa quando você fez a compra do computador”, aconselha a advogada.

Na prática, o que está amparado por Lei nem sempre funciona… A Léia mora na cidade de Maringá, no Paraná. Há mais de um mês, comprou um netbook da Lenovo com o sistema operacional Windows XP, da Microsoft. Léia preferiu recusar o software da Microsoft e decidiu usar o Linux. Ela seguiu todas as instruções recomendadas pela nossa advogada, mas até agora, mesmo depois de falar com diversas atendentes do call center da fabricante, ainda não conseguiu reaver o dinheiro do software que ela não quis instalar.

“Eu fui no Procon para tentar entrar em contato com eles (com a Lenovo), mas bem no dia que nós fomos no Procon, o 0800, na opção que eles falam para nós entrarmos em contato, que é a opção quatro, não estava funcionando. Eu tentei novamente entrar em contato com eles. Aí eles me passaram um outro contato, que é esse outro do qual o Marcelo se referiu, e que no caso liguei na hora nesse 0800 e eles só falam inglês ou então espanhol”, conta a analista de RH, Léia Ribeiro.

Procurada pela reportagem do Olhar Digital, a Lenovo disse por meio de sua assessoria de imprensa que a empresa ainda não possui uma política definida sobre este assunto e que o caso está sob análise do departamento jurídico.De acordo com a lei, as empresas têm até um mês para fazer a devolução do dinheiro ao consumidor. E no caso do Marcelo, namorado da Léia, esse período foi respeitado. Após comprar um notebook Dell, ele optou por não instalar o Windows e logo entrou em contato com a empresa para dar entrada no processo de reembolso.

“Eu tive que devolver o meu computador e eles me mandaram outro computador sem o Windows instalado, no caso. Isso ainda levou uns 15 dias para acontecer. Depois eles abateram nas parcelas do meu cartão de crédito o valor do reembolso”, explicao o administrador de Redes, Marcelo Vilar.

A Dell, aliás, está negociando com o Google nos Estados Unidos para disponibilizar, de fábrica, o sistema operacional Chrome OS em seus notebooks. A companhia também deu outro cutucão na Microsoft ao dizer publicamente que o sistema operacional de código-aberto Ubuntu é mais seguro do que o Windows. Seria o início do fim do monopólio?

Polêmicas e disputas à parte, o que importa é que o direito do consumidor precisa ser respeitado. Se você não quer o sistema operacional pago, corra atrás dos seus direitos! O que não vale é pagar por algo que você não vai usar.

FONTE: Olhar Digital



Bloqueio da porta 25 (smtp) apartir de Janeiro

Para evitar a disseminação de spam, o Comite Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) determinou o bloqueio do “local” por onde grande parte dos e-mail falsos são enviados, a porta 25 de seu computador. O bloqueio ocorre no dia 5 de janeiro de 2010.

Se você usa programas de gerenciamento de e-mails —como o Outlook, Thunderbird ou Mail— para não ficar impedido de mandar mensagens, a porta de envio deve ser trocada de 25 para 587. Usuários apenas de webmail não serão impactados.

“Com a implementação das recomendações, será mais difícil para que computadores zumbis sejam utilizados para o envio de spam, pois além de necessitar de um usuário e senha para utilizar o serviço de e-mail, ele ainda deverá burlar os possíveis controles antispam existentes no serviço mencionado”, diz Nelson Novaes, gerente de segurança do UOL.

A medida não é nova, órgãos internacionais aconselham o bloqueio da porta 25 desde 1998, mas apenas em 2005, provedores e operadoras de todo o mundo começaram a adotá-la em massa. O UOL oferece o acesso pela porta 587 desde 2004.

Fonte: Alexos Core Labs



Guia Mangá de Banco de Dados

Essa semana lendo vi uma notícia no Br Linux publicada pelo Augusto Campos de um Guia Mangá de Banco de Dados, uma publicação em conjunto da Novatec Editora com a editora americana No Starch Press e a editora japonesa Ohmsha. Eu adoro mangá então sou um tanto suspeita, rsrs, mas acredito que concordaram comigo de que a idéia é excelênte, pois facilita e muito o aprendizado, principalmente de adolescentes.

Abaixo coloquei a resenha publicada na página do livro no site da Novatec:

A Princesa Ruruna e Cain têm um problema: seu império de venda de frutas é um amontoado de dados conflitantes e duplicados, e separar os melões das maçãs e morangos está causando muita dor de cabeça. Mas o que eles podem fazer?

Ora, criar um banco de dados relacional, é claro, com a ajuda de Tica, a Fada Mágica dos Bancos de Dados. Acompanhe no Guia Mangá de Bancos de Dados como Tica ensina Ruruna e Cain a criar um banco de dados para gerenciar as vendas, mercadorias e exportações de seu reino. Você aprenderá como os bancos de dados funcionam e o significado de termos como esquemas, chaves, normalização e transações.

Junto com Ruruna e Cain você vai aprender como:

* Extrair dados de um banco relacional utilizando operações relacionais e de conjunto
* Aplicar o modelo Entidade-Relacionamento para representar com precisão seus próprios dados
* Controlar permissões de usuários e utilizar bloqueios para evitar conflitos e duplicidade de dados
* Utilizar SQL para atualizar ou consultar dados e criar relatórios

E você ainda vai aprender os fundamentos de indexação, segurança, recuperação de desastres, replicação e muito mais.

Se a sua cabeça dá voltas só de ouvir outras pessoas dizendo “banco de dados”, ou se você simplesmente se sente perdido numa confusão de números e dados que parecem estar fora de controle, aprenda junto com Ruruna e Cain tudo o que eles precisam saber nas páginas do Guia Mangá de Bancos de Dados.

A amostra com 22 páginas do guia pode ser feita aqui!



Lançada edição n. 5 da Revista Espírito Livre

Revista Espírito Livre - Ed. #005 - Agosto 2009Em meio a correria do mês de julho, que é de férias para uns e um apenas mais um mês para outros, a Revista Espírito Livre traz o [GNU] Linux no desktop, apresentando de forma clara e simples, que isto é perfeitamente possível mesmo nos dias de hoje, onde muitos ainda insistem em dizer que o sistema não amadureceu, e que o mesmo tem como propósito habitar apenas servidores.

Nossa entrevista desta edição é com Clement Lefebvre, criador do Linux Mint, uma distribuição Linux baseada no Ubuntu, ainda não muito conhecida entre os brasileiros, mas vem conquistando devotos por onde passa, com forte apelo visual, quanto a elegância do Linux. Clement prova com o Linux Mint que é possível ter um desktop funcional, bonito e direcionado a usuários leigos, com ferramentas que facilitam a vida destes, que ainda estão por entrar no mundo do pinguim. Outros projetos nacionais apontam para o mesmo objetivo, como o Desktop Paraná, desenvolvido pela Celepar trazendo um desktop fácil de usar, baseado no Debian. O Ekaaty Linux também não segue a regra e também traz uma solução para usuários desktop com um ambiente fácil de usar e bastante completo.

A revista traz também novos parceiros que trazem a possibilidade dos leitores concorrerem a brindes, entre outros. Os que quiserem participar da revista como parceiros, não se acanhem, entrem em contato!

Trazemos ainda novas adições a equipe e que, com certeza, só enriquecerão ainda mais nosso trabalho. Boas vindas a Antônio Augusto Mazzi, que vai falar sobre emulação do DOS no Linux, Flávia Jobstraibizer que fala sobre PHPBoleto, Walter Capanema que traz os aspectos jurídicos sobre Spam, Francisco Junqueira com uma matéria interessante sobre Google App Engine e Hailton David Lemos, do grupo GoJava, que apresenta como trabalhar com JSP, Ajax e Servlet. Os tantos outros que colaboraram na edição, enviando suas dicas, dúvidas, comentários, participando das promoções, o nosso muito obrigado. Isso muito nos alegra e nos faz seguir em frente, mesmo diante das adversidades.

Como não poderia ser diferente em nossa seção de emails trazemos relatos sobre os leitores da revista com suas opiniões e relatos. Você leitor, pode usar este espaço também para tirar suas dúvidas. Aproveite e participe! Envie também o seu comentário!

A Revista Espírito Livre trás a relação de ganhadores das duas promoções da edição anterior, que continuam nesta edição. Então, se você não participou das promoções da edição passada, não perca tempo e participe. No site oficial da revista [http://revista.espiritolivre.org] e nas redes sociais onde a revista se encontra presente também pipocam novidades…

A Revista Espírito Livre, por meio da colaboração de sua equipe chegou até aqui e espera ir muito além. Junte-se também nós! Nosso propósito é sermos uma publicação de qualidade feito por e para usuários, técnicos, professores, estudantes, e tantos outros que fazem parte deste universo de leitores.

Aproveitamos para agradecer mais uma vez a todos os que ajudam o projeto a seguir adiante. Sem vocês a revista não seria o que é.


João Fernando Costa Júnior
Coordenador GUBrO-ES – Grupo de Usuários de BrOffice.org do ES / Iniciativa Espírito Livre / Equipe Bestlinux